Realizações notórias

As realizações do Executivo, viradas para a melhoria das condições de vida da população, ganham a cada dia mais notoriedade e estão a merecer atenção particular da sociedade, alimentando debates, com considerações positivas, em muitos meios.

Marcos importantes nesse sentido, a merecerem bom acolhimento, estão a intensificação das acções de ajuda às famílias afectadas pelas chuvas em todo o território nacional, a conclusão dos trabalhos emergenciais para a protecção dos populares residentes no Lote 1 do Prenda, em Luanda, abalado por um tremor no sábado passado, as campanhas para mitigar os problemas da seca no Sul do país e a melhoria das condições de ensino para as crianças das zonas mais recônditas do país.
 

Os primeiros apoios para as vítimas das chuvas começaram a ser entregues, com realce para bens alimentares e vestuário. Inclui, igualmente, a disponibilização de um conjunto de habitações, materiais para a melhoria de condições de habitabilidade e a reposição do fornecimento de energia eléctrica e água potável.

Está previsto, segundo o plano operacional, o acesso imediato aos serviços básicos e universais de saúde, trabalhos de terraplanagem de vias para se retomar a livre circulação de pessoas e bens nas comunidades, reposição de dispositivos operacionais de segurança, no âmbito da tranquilidade e ordem públicas, bem como aconselhamento técnico direccionado para prevenir danos humanos e materiais durante a época chuvosa.

Em relação à situação dos populares residentes no Lote 1 do Prenda, abalado, no sábado passado, por um tremor que alarmou a sociedade, o Serviço de Protecção Civil e Bombeiros (SPCB) concluiu no domingo os trabalhos de evacuação para garantia de segurança nos arredores e os de estabilização do referido prédio.

Foi animador ouvir nos meios de comunicação social o entusiasmo dos moradores, pelo enquadramento dos filhos em vários colégios nos arredores para não perderem o ano lectivo, regozijo igualmente manifestado pelo corpo docente.

Ontem, o Presidente da República, João Lourenço, recebeu em audiência, o Chanceler da Áustria, Karl Nehammer, em Luanda para uma visita de 48 horas, e um dos aspectos discutidos no encontro assentou no interesse do Executivo angolano em ver o envolvimento do Governo austríaco no financiamento de um projecto de combate à seca no Sul de Angola.

A iniciativa foi muito bem acolhida pelo Chanceler Karl Nehammer que manifestou intenção de trabalhar com o sector bancário do seu país para financiar parte do aludido programa.  

No que toca à melhoria das condições de ensino para as crianças das áreas mais recônditas do país, o Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM) permitiu a construção de salas de aula em muitos desses locais e, mercê deste programa, que deve estar concluído dentro de nove meses, muitas crianças entraram no sistema nacional de ensino, enquanto outras passaram a ter melhor acomodação para assistir as aulas.